Prefeitura não paga produtores rurais; pistolagem continua ativa e auditoria no Fundo de Assistência Médica do IPAM



Violência –
A morte, a tiros, do prefeito de Candeias do Jamari, Chico Pernambuco (PSB) na noite do último sábado, fuzilado quando estava dentro do seu carro em frente a sua residência é uma cena que ocorre com constância em Porto Velho e demais municípios do Estado. É comum dois marginais chegarem de moto e descarregar a arma em um desafeto. Até quando o povo ficará sem garantia de segurança mesmo trancado em casa?

Segurança – O que ocorreu com Chico Pernambuco, não importa o motivo demonstra de forma explícita a situação de insegurança da população. Os governos federal, estadual ou municipal devem somar forças e desenvolver uma ampla campanha de combate à violência. Isso só será possível com um trabalho intenso de desarmamento da população. Já é difícil, quase impossível combater a corrupção e com a criminalidade não é diferente. Basta vontade, honestidade e trabalho.

Irônico – O governador Confúcio Moura (PMDB) falando no último sábado (18) em programa de rádio em Ariquemes, via rede estadual deixou no ar a resposta a pergunta, quando questionado sobre qual cargo pretende disputar nas eleições do próximo ano. Saindo pela tangente, mas não deixando de ser brincalhão e sério ao mesmo tempo disse: “meu maior sonho é encerrar o mandato (de governador) e ficar no meio da rua, aqui em Ariquemes, falando mal dos políticos”.

Ipam – O Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Porto Velho-Ipam deve esconder alguma coisa que, caso venha a público poderá comprometer muita gente. Há tempo que os comentários são intensos sobre a prática de irregularidades no instituto, mas ainda não veio a tona algo concreto. O ex-vereador João Bosco Costa, pessoa das mais ilibadas ficou no cargo durante pouco mais de um mês, o que é muito estranho. Agora o presidente do Conselho Estadual de Saúde (CES), Raimundo Nonato Soares disse que irá entrar com pedido de auditoria no Fundo de Assistência Médica do Ipam, dos últimos cinco anos.

Merenda – Muitas reclamações contra a Prefeitura de Porto Velho, que não está pagando os produtores rurais que fornecem alimentos para a merenda escolar das escolas. Pelo que se tem conhecimento os recursos financeiros para a merenda escolar são oriundos do governo federal. O pagamento aos fornecedores não estão sendo feitos desde dezembro último. Caso a situação não seja resolvida, os alunos poderão ficar sem a merenda, pois os fornecedores não têm como entregar a produção sem receber.

Respigo

Cresce o movimento de lideranças consolidadas da política de Rondônia no apoio a uma candidatura do ex-governador, ex-senador, ex-deputado estadual e ex-prefeito de Ji-Paraná, José Bianco nas eleições de 2018. A pressão é para que ele concorra a uma das vagas da Assembleia Legislativa, se eleja e presida mais uma vez a Casa de Leis, que teve ele como primeiro presidente +++ Se depender dos amigos Bianco já está na disputa. Mas todos reconhecem que ele está irredutível na sua pretensão de “pendurar as chuteiras” da política +++ Na próxima quinta-feira (23) a partir das 9h, será realizada Audiência Pública no auditório do Ifro, em Ji-Paraná, para tratar sobre vacinação contra a febre aftosa. A proposta é do deputado estadual Lazinho da Fetagro (PT-Jaru) +++ Dois senadores (Valdir Raupp, do PMDB e Acir Gurgacz, do PDT) estiveram participando da audiência pública, na Assembleia Legislativa na manhã de hoje (20) para discutir a reforma na previdência, que está em discussão no Congresso Nacional. Raupp e Acir se posicionaram contra a reforma, que penaliza em demasia o trabalhador. 

Autor / Fonte: Waldir Costa / Rondônia Dinâmica

Leia Também

Comentários