Nós também queremos ir para o Nordeste, vereadores de Porto Velho!

Nós também queremos ir para o Nordeste, vereadores de Porto Velho!

Porto Velho, RO – Eu entendo os vereadores de Porto Velho. Vocês não têm ideia do quanto eu aprecio camarão, caminhar sobre a areia fina das praias e ainda curtir um delicioso e refrescante banho de mar!

Ah, sonho meu...

Estamos no final de 2017, um ano complexo, dificílimo. As pessoas apertam os cintos enquanto observam o preço dos combustíveis e do gás de cozinha disparar.

Leia
Três vereadores e 12 servidores da Câmara de Porto Velho gastam quase R$ 45 mil só em diárias em viagem ao Nordeste

Paralelamente, os edis da Capital estão encerrando o primeiro ano de um mandato com pelo menos mais mil dias de serviço pela frente; os servidores da Casa, idem. Logo, têm todo o direito de esbanjar e 'torrar' o orçamento com incursões sem sentido que, embora legais, são extremamente imorais e altamente repudiadas pela população, não é mesmo? 

Importa se o momento é de austeridade? Importa se a Prefeitura de Porto Velho precisa optar entre iluminação pública decente ou decoração natalina de qualidade porque não há dinheiro para ambas? Importa se mais de 80% dos municípios estão pedindo socorro financeiro à Assembleia Legislativa (ALE/RO) porque as contas devem passar o Réveillon no vermelho?

Não.

Nada disso importa se o litoral nordestino oferece, de mãos beijadas, cursos, encontros e congressos de capacitação que ninguém sabe para que servem.

Nem os munícipes e muito menos a cidade  terão consciência sobre retornos do XVIII Encontro Nordestino de Vereadores e Servidores de Câmaras Municipais, realizado em novembro na cidade de João Pessoa.

No Portal Transparência da Câmara há empenhos de diárias e inscrições para o tal encontro em nome de três vereadores e outros doze servidores. O valor alcança a marca dos R$ 50.631,00. Um dos edis alega que não viajou, mas não explicou uma linha sobre o destino do dinheiro, que é o que importa.

E ainda
Vereador Marcelo Cruz diz que não foi a João Pessoa fazer curso com grupo de Rondônia

Há empenhos mais recentes com valores que ultrapassam a marca dos R$ 20 mil para que outros três vereadores e mais cinco servidores participem de um congresso em Brasília, longe do litoral, mas ainda cheia de atrativos.

O X Congresso Brasileiro de Câmaras Municipais começa hoje (05) e vai até quinta-feira (07). São R$ 2.380,32 para cada um dos participantes para quatro dias de viagem.

O cidadão está com inveja dessa abundância econômica ostentada pela Câmara de Vereadores, e eu me incluo aí.

Confira também
Câmara de Porto Velho promove mais uma gastança com curso e diárias para vereadores e servidores antes do fim do ano

Nós também queremos desfrutar de hotéis à beira-mar; comer camarão; beliscar os demais quitutes praieiros; mergulhar nas águas salgadas; ou passear pelos shoppings brasilienses; conhecer o Congresso Nacional; bisbilhotar o zoológico da Capital Federal, enfim, estamos todos doidos por um cursinho, um congressinho, ou um encontrozinho desses de capacitação e aprimoramento laboral. E se nada disso for possível, gostaríamos de pelo menos curtir os voos de ida e volta e, de quebra, na pior das hipóteses, fazer um caixa a mais em diárias pra que o Natal não seja tão magro quanto se desenha para a grande maioria do povo sofrido porto-velhense. 

Tem espaço aí pra gente, vereança?

Obs: é preciso observar que, diferentemente de envolvimento em polêmicas minúsculas, inauguração de orelhão e outras pequenices patrocinadas por alguns vereadores no Brasil inteiro, esse tipo de viagem nunca é trazida à baila pelos participantes. As pessoas geralmente ficam sabendo através do trabalho da imprensa, que esmiuça o Portal Transparência. Aliás, transparência falta e muito para muitos legisladores acostumados à boa vida em detrimento ao suor alheio. 

Autor / Fonte: Vinicius Canova

Leia Também

Comentários